Comer chocolate faz mal para a saúde?

Ouça o áudio:


Se o chocolate for amargo ele pode trazer diversos benefícios à saúde, pois é rico em cacau, tem pouco açúcar e gordura / Reprodução

"Chocolate ao leite tem pouco cacau e muito açúcar e gordura o que pode fazer mal"


Depende do tipo de chocolate. Se o chocolate for amargo ele pode trazer diversos benefícios à saúde, pois é rico em cacau, tem pouco açúcar e gordura. O cacau tem efeito antioxidante, ajuda a reduzir o colesterol ruim, traz sensação de prazer e bem-estar, devido à liberação de serotonina. Isso faz do chocolate amargo um aliado para nossa saúde, podendo atuar na redução do estresse, na prevenção de doenças cardiovasculares e até ajuda reduzir a TPM. Ele pode ser consumido diariamente. Porém, o chocolate ao leite tem pouco cacau e muito açúcar e gordura, podendo, ele sim, fazer mal se consumido com frequência.


Edição: Elis Almeida - Rede Brasil de Fato / Web Rádio e TV Muira-Ubi

_____________________________________________________________________________________________________________

Tenho uma bebê de 4 meses com sintomas de intolerância à lactose. O que eu faço?


“Algumas formas de intolerância estão associadas ao leite de vaca”

Quando se trata de intolerância à lactose congênita, os sintomas são graves e aparecem nos primeiros dias de vida do bebê. Quando isso acontece, há necessidade de suspensão do leite materno sim. As outras formas de intolerância estão associadas ao leite de vaca, não sendo esperado para bebês em aleitamento materno exclusivo.  As alterações intestinais no bebê podem ter inúmeras origens, inclusive podem estar ligadas a algo que a mãe esteja ingerindo. Às vezes é necessário suspender o leite materno por alguns dias para reduzir a irritação intestinal. Nesse caso, deve-se ordenhar o leite para não interromper a produção, dar o outro leite no copinho, evitando qualquer bico e voltando a oferecer o peito após o período de teste.

Edição: ElisAlmeida / Web Rádio e TV Muira-Ubi

_____________________________________________________________________________________________________________


Me disseram que meu orgasmo não é completo porque eu não ejaculo. É verdade isso?

"Não é correto classificar o orgasmo como incompleto por não haver ejaculação"

A ejaculação feminina é um mito. O orgasmo e a ejaculação, no homem, são eventos diferentes, embora aconteçam juntos. Não é correto classificar o orgasmo como incompleto por não haver ejaculação. No caso das mulheres, estudos mostram que nos casos em que é lançado um líquido no momento do orgasmo trata-se de urina. A lubrificação da vagina aumenta com as contrações do orgasmo. Porém a quantidade de líquido liberado é pequena, não sendo suficiente para esse “jato” para fora. Esse mito está relacionado à indústria pornográfica, que cria situações muito distantes da realidade.

Edição: Elis Almeida / Web Rádio e TV Muira-Ubi

Deixe seu Comentário