Entre as consequências dessa problemática estão os riscos à saúde feminina, a evasão escolar e o constrangimento


Redação Brasil de Fato | Porto Alegre (RS) / Foto: Mariana Tanaka Savelli

Milhões de mulheres no Brasil e no mundo vivem em situação de vulnerabilidade, sem acesso a recursos para a higiene adequada — como banheiros, saneamento básico e absorventes descartáveis. Diversas ações estão sendo realizadas nesta sexta-feira (28) para marcar o Dia Global da Higiene Menstrual.


Das 1.124 mulheres entrevistadas na pesquisa “Impactos da Pobreza Menstrual no Brasil”, 50% afirmou já ter precisado substituir o absorvente por papel higiênico, roupa velha, toalha de papel, jornal e até mesmo miolo de pão em virtude das limitações financeiras.


Outro levantamento realizado pela marca de absorventes Always, em parceria com a Toluna, trouxe ainda outros dados ligados ao impacto da situação na escolaridade e saúde da mulher. Saiba Mais


Edição: Marcelo Ferreira e Vivian Virissimo - Rede Brasil de Fato / Web Rádio e TV Muira-Ubi

Deixe seu Comentário